Horários de ônibus de Brasília

quarta-feira, 30 de abril de 2014

300.1 - Taguatinga Norte(Nova QNL) / Rodoviária do Plano Piloto(Eixo)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 300.1 DE PARA Brasília

Horário de ônibus e itinerário 300.1 - Taguatinga Norte (Nova QNL) / Rodoviária do Plano Piloto (Eixo)

Número da Linha: 300.1

Nome: Taguatinga Norte (Nova QNL) / Rodoviária do Plano Piloto (Eixo)

Operadora: AUTO VIAÇÃO MARECHAL

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$5.00

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal EXTRA ATACADÃO | Extensão: 41.67 km

Manha: 06:08

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 39.83 km

Tarde: 17:10

Noite: 18:20

Terça-FEIRA

Terminal EXTRA ATACADÃO | Extensão: 41.67 km

Manha: 06:08

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 39.83 km

Tarde: 17:10

Noite: 18:20

quarta-FEIRA

Terminal EXTRA ATACADÃO | Extensão: 41.67 km

Manha: 06:08

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 39.83 km

Tarde: 17:10

Noite: 18:20

quinta-FEIRA

Terminal EXTRA ATACADÃO | Extensão: 41.67 km

Manha: 06:08

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 39.83 km

Tarde: 17:10

Noite: 18:20

sexta-FEIRA

Terminal EXTRA ATACADÃO | Extensão: 41.67 km

Manha: 06:08

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 39.83 km

Tarde: 17:10

Noite: 18:20

sábado

Não possui horário para este dia.

domingo

Não possui horário para este dia.

Itinerário
IDA

1 | VIA LIG. CENTRO-NORTE PISTA DO ESTÁDIO | CEILÂNDIA - RA IX

2 | VIA LN 29 | TAGUATINGA - RA III

3 | AV. HÉLIO PRATES | TAGUATINGA - RA III

4 | AV. COMERCIAL NORTE TAGUATINGA | TAGUATINGA - RA III

5 | AV. CENTRAL TAGUATINGA | TAGUATINGA - RA III

6 | EPTG - ESTR. PARQ. TAGUAT/GUARÁ - DF 085 | DISTRITO FEDERAL

7 | ESPM - ESTRADA SETOR DE POLÍCIA MILITAR | GUARÁ - RA X

8 | EIXO RODOVIÁRIO LESTE SUL - ERLS | BRASÍLIA - RA I

9 | ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS | BRASÍLIA - RA I

10 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...

300.3 - Taguanorte/Rodoviária do Plano Piloto/Esplanada (Nova QNL-Eixo)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 300.3 DE TAGUATINGA

Número da linha : 300.3
Denominação : Taguanorte/Rodoviária do Plano Piloto/Esplanada (Nova QNL-Eixo)
Operadora : VIAÇÃO PIONEIRA
Tipo de Ônibus : ALONGADO
QT de Passageiros sentados : 51
Tarifa: R$ 3.00
Faixa Tarifária: METROPOLITANA 2


Dias : SEG TER QUA QUI SEX 


IDA | Extensão: 39.04 km
06:36 07:15

SequênciaViaRegião
IDAExtensão: 39.04 km
1VIA LIG. CENTRO-NORTE PISTA DO ESTÁDIOCEILÂNDIA - DF
2VIA LN 29TAGUATINGA - DF
3AV. HÉLIO PRATESTAGUATINGA - DF
4AV. SAMDU NORTE - TAGUATINGA NORTETAGUATINGA - DF
5AV. CENTRAL TAGUATINGATAGUATINGA - DF
6EPTG - ESTR. PARQUE TAGUATINGA/GUARÁDISTRITO FEDERAL - DF
7EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICASDISTRITO FEDERAL - DF
8ESPM - ESTRADA SETOR DE POLÍCIA MILITARGUARÁ - DF
9VIA LIG. L4 SUL/ ERSL/ ERSW/ W3 SUL/ L2 SULBRASÍLIA - DF
10RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTOBRASÍLIA - DF
11VIA S1 (EIXO MONUMENTAL) - SULBRASÍLIA - DF
12VIA LIG. S1/N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES)BRASÍLIA - DF
Continue lendo...

300.2 - Taguatinga Norte/Rodoviária do Plano Piloto/Esplanada (Eixo)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 300.2 DE TAGUATINGA

Número da linha : 300.2
Denominação : Taguatinga Norte/Rodoviária do Plano Piloto/Esplanada (Eixo)
Operadora : VIAÇÃO PIONEIRA
Tipo de Ônibus : CONVENCIONAL
QT de Passageiros sentados : 45
Tarifa: R$ 3.00
Faixa Tarifária: METROPOLITANA 2

Dias : SEG TER QUA QUI SEX 



IDA | Extensão: 39.04 km
05:40 07:40


SequênciaViaRegião
IDAExtensão: 39.04 km
1VIA LIG. CENTRO-NORTE PISTA DO ESTÁDIOCEILÂNDIA - DF
2VIA LJ 1 - LESTE - ONJ/QNLTAGUATINGA - DF
3AV. HÉLIO PRATESTAGUATINGA - DF
4AV. SAMDU NORTE - TAGUATINGA NORTETAGUATINGA - DF
5AV. CENTRAL TAGUATINGATAGUATINGA - DF
6EPTG - ESTR. PARQUE TAGUATINGA/GUARÁDISTRITO FEDERAL - DF
7EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICASDISTRITO FEDERAL - DF
8ESPM - ESTRADA SETOR DE POLÍCIA MILITARGUARÁ - DF
9VIA LIG. L4 SUL/ ERSL/ ERSW/ W3 SUL/ L2 SULBRASÍLIA - DF
10RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTOBRASÍLIA - DF
11VIA S1 (EIXO MONUMENTAL) - SULBRASÍLIA - DF
12VIA LIG. S1/N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES)BRASÍLIA - DF
13VIA N1 - EIXO MONUMENTAL NORTEBRASÍLIA - DF
VOLTAExtensão: 47.07 km
14VIA S1 (EIXO MONUMENTAL) - SULBRASÍLIA - DF
15VIA LIG. S1/N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES)BRASÍLIA - DF
16VIA N1 - EIXO MONUMENTAL NORTEBRASÍLIA - DF
17VIA LIG. N1/ S1 (ROD. P. PILOTO)BRASÍLIA - DF
18VIA S1 (EIXO MONUMENTAL) - SULBRASÍLIA - DF
19EIXO RODOVIÁRIO SUL - ERS (EIXÃO)ASA SUL - DF
20EIXO AUXILIAR RODOVIÁRIO SUL/OESTE - ERSWBRASÍLIA - DF
21ESPM - ESTRADA SETOR DE POLÍCIA MILITARGUARÁ - DF
22EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICASDISTRITO FEDERAL - DF
23EPTG - ESTR. PARQUE TAGUATINGA/GUARÁDISTRITO FEDERAL - DF
24AV. CENTRAL TAGUATINGATAGUATINGA - DF
25AV. SAMDU NORTE - TAGUATINGA NORTETAGUATINGA - DF
26AV. HÉLIO PRATESTAGUATINGA - DF
27VIA LJ 1 - LESTE - ONJ/QNLTAGUATINGA - DF
28VIA LIG. CENTRO-NORTE PISTA DO ESTÁDIOCEILÂNDIA - DF
Continue lendo...

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Brasília conquista Copa Verde nos pênaltis e vai à Sul-Americana

(Fonte:http://globoesporte.globo.com/pa/noticia/2014/04/em-jogo-eletrizante-brasilia-vence-o-papao-e-leva-copa-verde-nos-penaltis.html)

No dia em que a capital federal comemorou 54 anos, o Mané Garrincha recebeu uma final digna, cheia de emoção, com direito a jogador expulso e arbitragem contestada. O presente recebido pela cidade foi a vitória e o título da Copa Verde conquistados pelo Brasília, que venceu o Paysandu por 2 a 1 no tempo normal (devolvendo o placar de Belém) e se deu melhor também nas cobranças de pênaltis: 7 a 6. O meio-campo Gilmar e o atacante Alekito marcaram para o time do Distrito Federal, enquanto o garoto Leandro Carvalho diminuiu a vantagem para os bicolores.
Com o resultado, a equipe de Brasília ganha o direito de disputar a Copa Sul-Americana em 2015. De quebra, os candangos encerram uma sequência de 21 partidas sem derrota dos dos paraenses sob o comando do técnico Mazola Junior.
Brasília abre vantagem no primeiro tempo

Os minutos iniciais foram de agito, com as duas equipes demonstrando muita disposição. O Paysandu tinha um pouco mais de volume de jogo, mas pecava no último passe, assim como o Brasília encontrava a defesa bicolor bem postada, com quatro homens fazendo a retaguarda. O jeito encontrado pelos donos da casa foi arriscar de longa distância e alçando bolas na área. Claudecir, que substituía Marlon, tentou alguns arremates perigosos e também fez bem o pivô, na tentativa de deixar o companheiro em condições de arriscar o chute.
Gilmar gol Brasilia Copa Verde (Foto: Adalberto Marques)Brasília leva a melhor nas cobranças de pênaltis (Foto: Adalberto Marques)

Um dos principais homens do Brasília, o meia Gilmar parecia não estar em campo. Era Matheuzinho, veloz, quem se movimentava bastante e articulava as jogadas no setor de criação junto com Clécio, que sofreu o pênalti convertido por Gilmar, que abriu o marcador em favor dos candangos. Pouco antes, porém, foi o time de Belém que perdeu grande chance com Zé Antônio. Ele, ao invés de tocar em Yago Pikachu, sozinho, preferiu o chute - e a bola saiu raspando a trave do goleiro Artur.   
Àquela altura da partida, o Papão já estava com um a menos, já que Charles havia sido expulso ao meter a mão na bola no lance que originou a penalidade máxima. Os bicolores sentiram o gol, e os colorados tentaram tirar proveito na reta final do primeiro tempo.
Colorado amplia, mas Paysandu diminui e leva para os pênaltis
A etapa complementar começou eletrizante. O Paysandu se atirou ao ataque, deixando a defesa aberta e, claro, o Brasília aproveitou os contra-ataques. Foi assim que Fernando deu um traço em dois defensores paraenses e deixou Alekito tranquilo para ampliar aos oito minutos do segundo tempo. Mazola, então, foi para o tudo ou nada. Ele tirou o lateral-esquerdo Airton e apostou na entrada do veloz e habilidoso Leandro Carvalho.   
Bem em campo, o Brasília passou a administrar o resultado sem deixar de atacar ou arriscar até os 20 minutos. Depois disso, o Paysandu voltou ao ataque e não diminuiu por muito pouco. André Nunes tirou em cima da linha. O que se via no gramado do Mané Garrincha era um amontoado de jogadores apenas em um dos lados. Os bicolores tinham três atacantes em campo mesmo com atleta a menos.     
Os minutos finais foram típicos de uma final. Lima teve um gol anulado depois de uma falha do goleiro Artur, mas o bandeira havia assinalado o impedimento. A partida pegou fogo de vez aos 39 minutos, quando Leandro Carvalho conseguiu diminuir num chute cruzado. Artur ainda tocou na bola. Mesmo com a voluntariedade das duas equipes, o jogo foi para os pênaltis.Matheuzinho perdeu para o Brasília, Lima e Heliton não converteram para os bicolores: 7 a 6 placar final, Brasília campeão da Copa Verde.   
Paysandu e Brasília (Foto: André Laurent/TV Liberal)Brasília e Paysandu fizeram a final da Copa Verde (Foto: André Laurent/TV Liberal)
Continue lendo...

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Palácio do Buriti


Palácio do Buriti é um edifício público, sede do governo do Distrito Federal brasileiro. O Palácio tem sede em Brasília, no Distrito Federal. Está situado no Setor de Administração Municipal e foi inaugurado em agosto de 1969.


O palácio foi um projeto do arquiteto Nauro Jorge Esteves e seu nome deriva da planta símbolo da cidade, o buriti. Um exemplar dessa espécie, transplantado de um caminho que ligava Anápolis a Brasília, ornamenta seus jardins.

Em 7 de abril de 2008, o governo federal, em razão de reformas efetuadas no Palácio do Planalto, formalizou sua transferência provisória para este prédio, a fim de que, nele, pudessem funcionar o Gabinete do Presidente da República e outros órgãos ligados diretamente a este.

Essa mudança foi possível porque o Palácio do Buriti já não vinha sendo utilizado como sede do Governo do Distrito Federal desde o início de 2007, quando o então governador Arruda passou a governar do Centro Administrativo (conhecido como Buritinga), na cidade de Taguatinga. Na ocasião, o Presidente Luís Inácio Lula da Silva declarou que pretendia retornar ao Palácio do Planalto ainda antes do final do seu segundo mandato.

Em frente ao prédio, existe uma réplica da Loba Romana, oferecida pela cidade de Roma à capital brasileira por ocasião de sua inauguração em 21 de abril, mesma data de inauguração da cidade. Na parte interna de suas instalações, há uma área destinada à visitação pública, em que estão exibidos um busto de Ernesto Che Guevara e o mural "Sonhos, Realidade e Esperança", de Ruben Zevallos, que retrata a história de Brasília desde a profecia de Dom Bosco até sua construção.


Continue lendo...

Palácio da Alvorada



O Palácio da Alvorada, projetado por Oscar Niemeyer, é uma das mais importantes edificações do modernismo arquitetônico brasileiro e o primeiro prédio construído em alvenaria na nova capital. Está localizado numa península que divide o Lago Paranoá em Lago Sul e Lago Norte e abriga a residência oficial do Presidente da República. Em 30 de junho de 1958, com sua inauguração, passou a ser a residência do então Presidente Juscelino Kubitschek .

O Palácio tem configuração horizontal arrematada por uma capela que remete às antigas casas de fazenda do Brasil colonial. O formato diferenciado das colunas externas lembram as redes estendidas em varandas, como as que contornavam os casarões coloniais. O desenho das colunas deu origem ao símbolo e emblema presente no brasão do Distrito Federal.
A edificação é composta de:
  • Subsolo que abriga um auditório para 30 pessoas, Sala de Jogos, Almoxarifado, Despensa, Cozinha, Lavanderia e a Administração do Palácio. 
  • Térreo com salões utilizados pelo Presidente da República, para compromissos oficiais de governo. 
  • Primeiro andar que constitui a parte residencial do Palácio, onde se encontram quatro suítes e salas íntimas.
O Palácio tem um espelho d'água, que reflete a imagem da edificação, criando um espaço virtual infinito, complementado com uma escultura em bronze, denominada As Iaras, obra do artista plástico e escultor brasileiro Alfredo Ceschiatti. 

Restauração do palácio

As primeiras obras de restauração do Palácio da Alvorada foram iniciadas em dezembro de 2004, durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e finalizadas em março de 2006. Teve supervisão técnica do IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e apoio da Abdib - Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base -  na coordenação captação de recursos de patrocinadores privados. A intervenção respeitou o projeto original, contando com a colaboração do próprio Oscar Niemeyer. O foco principal da restauração foi a infraestrutura que se encontrava em estado de deterioração avançado.
(fonte: http://www2.planalto.gov.br/presidencia/palacios-e-residencias-oficiais/palacio-da-alvorada)
Continue lendo...

Cultura

Continue lendo...

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Estadio Nacional de Brasília

História do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha

O Estádio Nacional Mané Garrincha. (antes conhecido apenas como Estádio Mané Garrincha) é um estádio de futebol brasileiro multiuso em reconstrução na cidade de Brasília, no Distrito Federal. O estádio é apenas uma dentre as diversas estruturas que compõem o Complexo Poliesportivo Ayrton Senna, que engloba também o Ginásio Nilson Nelson e o Autódromo Internacional de Brasília Nelson Piquet dentre outros. Inaugurado em 1974, o estádio possuía capacidade total para 45.200 pessoas. Após a reforma de 2010-2013, sua capacidade será aumentada para 71.400 pessoas.
O Estádio Nacional Mané Garrincha pertence ao Departamento de Esportes, Educação Física e Recreação do Distrito Federal. O nome é uma homenagem ao ídolo brasileiro Mané Garrincha, Bi-campeão mundial nas copas de 1958 e 1962. Antes da reforma, o estádio abrigava um complexo esportivo com vestiários, sala de fisioterapia, alojamento, restaurante e academias. Além de contar com uma escolinha de futebol, o estádio possuía ambiente, ainda, para a prática de outras modalidades, como judô, ginástica, capoeira e dança.
Em 1974, as obras do Estádio Mané Garrincha foram concluídas. O jogo inaugural ocorreu a 10 de março daquele ano, quando Corinthians derrotou o CEUB por 2 a 1. O primeiro gol no estádio foi marcado pelo jogador do Corinthians Vaguinho.
O recorde de público no estádio foi de 51.200 pessoas, num jogo que ocorreu a 20 de dezembro de 1998, quando Gama derrotou o Londrina por 3-0 na final da Série B de 1998, que deu ao Gama seu primeiro troféu nacional e consequente promoção para a Série A em 1999.
A 8 de dezembro de 2007, a final da primeira edição da Copa do Brasil de Futebol Feminino, vencida pelo Mato Grosso do Sul/Saad, ocorreu no Estádio Mané Garrincha.
Canteiro de obras do estádio em fevereiro de 2012.
Em 2009, após o Brasil já ser escolhido como sendo da Copa do Mundo FIFA de 2014, a próxima etapa seria a escolha das cidades-sede. Para ser escolhida, a cidade deve seguir uma série de exigências da FIFA em diversos setores, como acomodação, transporte e, principalmente, possuir um estádio que atenda aos requisitos da mesma. O governo do Distrito Federal elaborou um projeto de reforma do maior e principal estádio da cidade, o Estádio Mané Garrincha, e o apresentou à FIFA. Após ser aprovada em todos os requisitos, bem como o projeto ser aceito, Brasília é escolhida como cidade-sede da Copa, juntamente com outras onze cidades. No mesmo ano, iniciam-se as obras do estádio, bem como a alteração de seu nome para Estádio Nacional de Brasília. Porém, após pressão popular, o nome é novamente alterado, voltando-se a homenagem ao jogador, dessa vez para Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.
O novo estádio sediará a abertura da Copa das Confederações de 2013, além de sete partidas da Copa do Mundo de 2014 e partidas preliminares de futebol dos Jogos Olímpicos de 2016.
Fonte: wikipedia

A história da construção

Em maio de 2010, com o início da demolição do antigo Estádio Mané Garrinha, teve início a história da construção do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. À medida que a antiga arena foi sendo demolida, as fundações do novo estádio foram sendo executadas e, assim, o novo e o antigo Mané Garrincha conviveram com as obras até meados de 2011, quando as estruturas das arquibancadas cobertas do primeiro estádio foram retiradas e, assim, o antigo Mané Garrincha deixou de existir.
Desde então, milhares de operários, técnicos, engenheiros e arquitetos se dedicaram ao projeto para que o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha pudesse ser concluído a tempo para a abertura da Copa das Confederações. No total, mais de 6 mil trabalhadores passaram pela obra desde o início dos trabalhos até hoje.
A última grande fase da obra foi a cobertura do estádio, que teve início no começo deste ano. Devido às características especiais do projeto, técnicos de vários países ainda trabalham na capital na montagem das treliças (estruturas metálicas que dão sustentabilidade à cobertura) e das membranas que servirão de proteção para o público.
O projeto do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha é assinado pelos arquitetos paulistas Eduardo de Castro Mello e seu filho, Vicente Castro Mello. A família Castro Mello, aliás, está intimamente ligada à história dos dois grandes estádios da capital, já que Eduardo e seu pai, Ícaro de Castro Mello, foram os responsáveis pelo projeto, no início da década de 1970, do primeiro Estádio Mané Garrincha.
O Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, de propriedade da Companhia Imobiliária de Brasília – Terracap, que financiou o projeto, foi construído pelo Consórcio Brasília 2014, formado pelas empresas Via Engenharia e Andrade Gutierrez.

Curiosidades


Que os projetos dos dois grandes estádios construídos na capital foram desenvolvidos pela família de arquitetos Castro Mello, de São Paulo?

No início da década de 1970, Ícaro de Castro Mello e seu filho, Eduardo de Castro Mello, projetaram o primeiro Mané Garrincha. Ícaro faleceu em em 1986, aos 72 anos. Mas Eduardo, acompanhado de seu filho, o também arquiteto Vicente Castro Mello, deram prosseguimento à história do estádio na capital e foram os responsáveis pelo projeto do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Que além de suas características especiais referentes ao uso da energia solar o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha terá ainda um moderno sistema de captação da água da chuva para minimizar o uso de água do sistema público?

A cobertura do estádio atuará como um dos pontos de captação de água e, juntamente com o lago que será construído nos arredores do estádio e com as biovaletas (sistemas especiais para reserva de água para o abastecimento das árvores que serão plantadas ao redor do estádio), o novo Mané Garrincha será capaz de armazenar, em seus reservatórios, cerca de 10,51 milhões de litros de água, que serão tratados e, depois, reutilizados nos banheiros (mictórios e vasos sanitários), na irrigação do campo e na limpeza do estádio.

Que o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha será uma usina solar de geração de energia?

Em seu anel de compressão (a enorme laje concreto de 22 metros de largura e com um quilômetro de comprimento, que dá sustentação à cobertura do estádio) serão instalados, após a Copa das Confederações, 9.120 painéis fotovoltaicos, que captarão a luz do sol e a converterão em energia elétrica. Com isso, a nova arena será capaz de gerar 2,4 megawatts de energia, o que equivale ao consumo de cerca de duas mil residências por dia. Assim, o estádio deverá entrar para a história como o primeiro net-zero do planeta, ou seja, ele produzirá mais energia do que sua expectativa de consumo.

Que o primeiro gol do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha não foi marcado por nenhum jogador profissional?

A honra coube ao carpinteiro Hélio Pereira dos Santos, um dos milhares de operários que trabalharam na construção da nova arena. No ano passado, os funcionários se organizaram para a disputa da segunda edição da Copa Solidária, um torneio interno com times formados pelos trabalhadores que atuavam no canteiro de obras. Um gramado foi montado no centro do estádio (onde ficará o campo) e, no total, 64 times disputaram a competição. As equipes foram batizadas com nomes de países e o jogo de abertura foi realizado em 17 de março de 2012, entre os Estados Unidos e a Nicarágua. Naquela tarde, Hélio Pereira dos Santos, que defendeu o time norte-americano, marcou o gol que entrou para a história como o primeiro marcado no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

Que o Estádio Nacional de Brasília receberá, ao lado do Maracanã, no Rio de Janeiro, o maior número de partidas da Copa do Mundo de 2014?

Cada uma dessas arenas sediará sete jogos. O Itaqueirão, em São Paulo, que fará a abertura, terá seis confrontos, mesmo número de duelos da Fonte Nova, em Salvador; do Castelão, em Fortaleza; e do Mineirão, em Belo Horizonte. Recife e Porto Alegre terão, em cada cidade, cinco jogos. Natal, Manaus, Cuiabá e Curitiba serão palco de quatro disputadas cada uma. A Seleção Brasileira fará sua terceira apresentação na Copa em Brasília, no dia 23 de junho, no último duelo do Brasil na fase de classificação.

Que por suas características especiais de sustentabilidade o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha pode ser a primeira arena esportiva do planeta a receber o nível Platinum (máximo) do selo Leed (Leadership in Energy and Environmental Design)?

A certificação, concedida pelo U.S. Green Building Council (USGBC), é a mais respeitada no planeta para projetos sustentáveis.

Que o ponta-direita Mané Garrincha chegou a disputar uma partida em Brasília?

Foi um amistoso entre o Ceub e o Cruzeiro-MG, disputada em 1972, no Estádio Pelezão. Garrincha defendeu o time do Ceub.
Fonte: www.correiobraziliense.com.br



Continue lendo...

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Esporte

Continue lendo...

Museus

Continue lendo...

Natureza

Continue lendo...

Arquitetura

Continue lendo...

Igrejas

Continue lendo...

Palácios

Continue lendo...

0.152 - Rodoviária do Plano Piloto/Cruzeiro/Esplanada dos Ministérios (SIG)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 0.152 DE Brasília

Horário de ônibus e itinerário 0.152 - Rodoviária do Plano Piloto / Cruzeiro / Esplanada ( SIG )

Número da Linha: 0.152

Nome: Rodoviária do Plano Piloto / Cruzeiro / Esplanada ( SIG )

Operadora: VIAÇÃO PIRACICABANA

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$3.50

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 29.96 km

Madrugada: 05:20 05:47

Manha: 06:10 06:32 06:54 07:16 07:38 08:00 08:22 08:44 09:06 09:28 09:50 10:12 10:34 10:56 11:18 11:40

Tarde: 12:02 12:24 12:46 13:08 13:30 13:52 14:14 14:36 14:58 15:20 15:42 16:04 16:26 16:48 17:10 17:32 17:54

Terça-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 29.96 km

Madrugada: 05:20 05:47

Manha: 06:10 06:32 06:54 07:16 07:38 08:00 08:22 08:44 09:06 09:28 09:50 10:12 10:34 10:56 11:18 11:40

Tarde: 12:02 12:24 12:46 13:08 13:30 13:52 14:14 14:36 14:58 15:20 15:42 16:04 16:26 16:48 17:10 17:32 17:54

quarta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 29.96 km

Madrugada: 05:20 05:47

Manha: 06:10 06:32 06:54 07:16 07:38 08:00 08:22 08:44 09:06 09:28 09:50 10:12 10:34 10:56 11:18 11:40

Tarde: 12:02 12:24 12:46 13:08 13:30 13:52 14:14 14:36 14:58 15:20 15:42 16:04 16:26 16:48 17:10 17:32 17:54

quinta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 29.96 km

Madrugada: 05:20 05:47

Manha: 06:10 06:32 06:54 07:16 07:38 08:00 08:22 08:44 09:06 09:28 09:50 10:12 10:34 10:56 11:18 11:40

Tarde: 12:02 12:24 12:46 13:08 13:30 13:52 14:14 14:36 14:58 15:20 15:42 16:04 16:26 16:48 17:10 17:32 17:54

sexta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 29.96 km

Madrugada: 05:20 05:47

Manha: 06:10 06:32 06:54 07:16 07:38 08:00 08:22 08:44 09:06 09:28 09:50 10:12 10:34 10:56 11:18 11:40

Tarde: 12:02 12:24 12:46 13:08 13:30 13:52 14:14 14:36 14:58 15:20 15:42 16:04 16:26 16:48 17:10 17:32 17:54

sábado

Não possui horário para este dia.

domingo

Não possui horário para este dia.

Itinerário
IDA

1 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

2 | VIA LIG. S1/N1 | BRASÍLIA - RA I

3 | VIA N1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

4 | VIA N1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

5 | VIA LIG. S1/N1 | BRASÍLIA - RA I

6 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

7 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

8 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

9 | VIA HCE 2 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

10 | VIA HCE 1 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

11 | EPIA - ESTR. PARQ. INDÚST. E ABASTEC. DF - 003 | DISTRITO FEDERAL

12 | RE 01 | CRUZEIRO - RA XI

13 | RE 03 | CRUZEIRO - RA XI

14 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

15 | TERMINAL DO CRUZEIRO | CRUZEIRO - RA XI

16 | EPCB(HFA) | CRUZEIRO - RA XI

17 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

18 | VIA S1 OESTE | CRUZEIRO - RA XI

19 | VIA S1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

20 | VIA LIG. S1 / N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES) | BRASÍLIA - RA I

21 | VIA N1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

22 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...

152.1 - Rodoviária do Plano Piloto/Cruzeiro (SIG)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 152.1 DE Brasília

Horário de ônibus e itinerário 152.1 - Circular - Rodoviária do Plano Piloto / SIG / Sudoeste / Cruzeiro

Número da Linha: 152.1

Nome: Circular - Rodoviária do Plano Piloto / SIG / Sudoeste / Cruzeiro

Operadora: VIAÇÃO PIRACICABANA

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$3.50

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Noite: 18:16 18:38 19:00 19:36 20:12 20:48 21:24 22:00 22:40 23:20

Terça-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Noite: 18:16 18:38 19:00 19:36 20:12 20:48 21:24 22:00 22:40 23:20

quarta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Noite: 18:16 18:38 19:00 19:36 20:12 20:48 21:24 22:00 22:40 23:20

quinta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Noite: 18:16 18:38 19:00 19:36 20:12 20:48 21:24 22:00 22:40 23:20

sexta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Noite: 18:16 18:38 19:00 19:36 20:12 20:48 21:24 22:00 22:40 23:20

sábado

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Manha: 06:01 06:37 07:13 07:49 08:25 09:01 09:37 10:13 10:49 11:25

Tarde: 12:01 12:37 13:13 13:49 14:25 15:01 15:37 16:13 16:49

Noite: 18:01 18:37 19:13 19:49 20:25 21:01 21:37 22:13 22:49 23:25

domingo

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.5 km

Manha: 06:00 06:35 07:10 07:45 08:20 08:55 09:30 10:05 10:40 11:15 11:50

Tarde: 12:25 13:00 13:35 14:10 14:45 15:20 15:55 16:30 17:05 17:40

Noite: 18:15 18:50 19:25 20:00 20:35 21:10 21:45 23:10

Itinerário
IDA

1 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

2 | VIA LIG. S1/N1 | BRASÍLIA - RA I

3 | VIA N1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

4 | VIA N1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

5 | VIA LIG. S1/N1 | BRASÍLIA - RA I

6 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

7 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

8 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

9 | VIA HCE 2 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

10 | VIA HCE 1 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

11 | EPIA - ESTR. PARQ. INDÚST. E ABASTEC. DF - 003 | DISTRITO FEDERAL

12 | RE 01 | CRUZEIRO - RA XI

13 | RE 03 | CRUZEIRO - RA XI

14 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

15 | TERMINAL DO CRUZEIRO | CRUZEIRO - RA XI

16 | EPCB(HFA) | CRUZEIRO - RA XI

17 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

18 | VIA S1 OESTE | CRUZEIRO - RA XI

19 | VIA S1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

20 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...

152.2 - Cruzeiro (Sudoeste)/Rod. Plano Piloto(Esplan-SIG)

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 152.2 DE Brasília

Horário de ônibus e itinerário 152.2 - Cruzeiro (Sudoeste) / Rodoviária do Plano Piloto ( Esplanada -  SIG)

Número da Linha: 152.2

Nome: Cruzeiro (Sudoeste) / Rodoviária do Plano Piloto ( Esplanada - SIG)

Operadora: VIAÇÃO PIRACICABANA - BACIA 01

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$3.50

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 32.31 km

Madrugada: 05:34

Manha: 06:00 06:14 06:28 06:42 06:56 07:10 07:24 07:38 07:52 08:11 08:33 08:55 09:17 09:39 10:01 10:23 10:45 11:07 11:29 11:51

Tarde: 12:13 12:35 12:57 13:19 13:41 14:03 14:25 14:47 15:09 15:31 15:53 16:15 16:37 16:59 17:21 17:43

Noite: 18:05

Terça-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 32.31 km

Madrugada: 05:34

Manha: 06:00 06:14 06:28 06:42 06:56 07:10 07:24 07:38 07:52 08:11 08:33 08:55 09:17 09:39 10:01 10:23 10:45 11:07 11:29 11:51

Tarde: 12:13 12:35 12:57 13:19 13:41 14:03 14:25 14:47 15:09 15:31 15:53 16:15 16:37 16:59 17:21 17:43

Noite: 18:05

quarta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 32.31 km

Madrugada: 05:34

Manha: 06:00 06:14 06:28 06:42 06:56 07:10 07:24 07:38 07:52 08:11 08:33 08:55 09:17 09:39 10:01 10:23 10:45 11:07 11:29 11:51

Tarde: 12:13 12:35 12:57 13:19 13:41 14:03 14:25 14:47 15:09 15:31 15:53 16:15 16:37 16:59 17:21 17:43

Noite: 18:05

quinta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 32.31 km

Madrugada: 05:34

Manha: 06:00 06:14 06:28 06:42 06:56 07:10 07:24 07:38 07:52 08:11 08:33 08:55 09:17 09:39 10:01 10:23 10:45 11:07 11:29 11:51

Tarde: 12:13 12:35 12:57 13:19 13:41 14:03 14:25 14:47 15:09 15:31 15:53 16:15 16:37 16:59 17:21 17:43

Noite: 18:05

sexta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 32.31 km

Madrugada: 05:34

Manha: 06:00 06:14 06:28 06:42 06:56 07:10 07:24 07:38 07:52 08:11 08:33 08:55 09:17 09:39 10:01 10:23 10:45 11:07 11:29 11:51

Tarde: 12:13 12:35 12:57 13:19 13:41 14:03 14:25 14:47 15:09 15:31 15:53 16:15 16:37 16:59 17:21 17:43

Noite: 18:05

sábado

Não possui horário para este dia.

domingo

Não possui horário para este dia.

Itinerário
IDA

1 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

2 | VIA LIG. N1/S1 OESTE (ALÇA DA ROD. P. PILOTO) | BRASÍLIA - RA I

3 | VIA N1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

4 | VIA N1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

5 | VIA LIG. N1/S1 (PRÓX. MEMORIAL JK) | BRASÍLIA - RA I

6 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

7 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

8 | SETOR GRÁFICO QD. 08 | BRASÍLIA - RA I

9 | AV. COMERCIAL SUDOESTE (SHCSW) | SUDOESTE E OCTOGONAL - XXII

10 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

11 | VIA HCE 2 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

12 | VIA HCE 1 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

13 | VIA AO 1 (QD. 8/7 ATÉ QD. 2/1) | OCTOGONAL

14 | VIA HCE - 1 CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

15 | EPIA - ESTR. PARQ. INDÚST. E ABASTEC. DF - 003 | DISTRITO FEDERAL

16 | VIA RE - 1 (QD- 1/2 ATÉ 5/8) CRUZEIRO VELHO | CRUZEIRO - RA XI

17 | VIA RE - 1 (ADM. CRUZEIRO) | CRUZEIRO - RA XI

18 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

19 | TERMINAL DO CRUZEIRO | CRUZEIRO - RA XI

20 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

21 | AV. COMERCIAL SUDOESTE (SHCSW) | SUDOESTE E OCTOGONAL - XXII

22 | SETOR GRÁFICO QD. 08 | BRASÍLIA - RA I

23 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

24 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

25 | VIA S1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

26 | VIA S1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

27 | VIA LIG. S1/N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES) | BRASÍLIA - RA I

28 | VIA N1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

29 | VIA N1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

30 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...

152.3 - Cruzeiro/Esplanada/Rodoviária do Plano Piloto

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 152.3 DE Cruzeiro PARA Brasília

Horário de ônibus e itinerário 152.3 - Cruzeiro/ Esplanada/ Rodoviária do Plano Piloto

Número da Linha: 152.3

Nome: Cruzeiro/ Esplanada/ Rodoviária do Plano Piloto

Operadora: VIAÇÃO PIRACICABANA - BACIA 01

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$3.50

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal CRUZEIRO NOVO | Extensão: 16 km

Manha: 06:30 07:30

Tarde: 12:30 13:30

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 18.5 km

Tarde: 12:00 13:00

Noite: 19:00

Terça-FEIRA

Terminal CRUZEIRO NOVO | Extensão: 16 km

Manha: 06:30 07:30

Tarde: 12:30 13:30

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 18.5 km

Tarde: 12:00 13:00

Noite: 19:00

quarta-FEIRA

Terminal CRUZEIRO NOVO | Extensão: 16 km

Manha: 06:30 07:30

Tarde: 12:30 13:30

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 18.5 km

Tarde: 12:00 13:00

Noite: 19:00

quinta-FEIRA

Terminal CRUZEIRO NOVO | Extensão: 16 km

Manha: 06:30 07:30

Tarde: 12:30 13:30

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 18.5 km

Tarde: 12:00 13:00

Noite: 19:00

sexta-FEIRA

Terminal CRUZEIRO NOVO | Extensão: 16 km

Manha: 06:30 07:30

Tarde: 12:30 13:30

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 18.5 km

Tarde: 12:00 13:00

Noite: 19:00

sábado

Não possui horário para este dia.

domingo

Não possui horário para este dia.

Itinerário
IDA

1 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

2 | VIA HCE 2 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

3 | VIA HCE 1 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

4 | EPIA - ESTR. PARQ. INDÚST. E ABASTEC. DF - 003 | DISTRITO FEDERAL

5 | VIA RE - 1 (QD- 1/2 ATÉ 5/8) CRUZEIRO VELHO | CRUZEIRO - RA XI

6 | VIA RE - 1 (QD- 7/10 ATÉ 7/12) CRUZEIRO VELHO | CRUZEIRO - RA XI

7 | VIA RE - 1 (ADM. CRUZEIRO) | CRUZEIRO - RA XI

8 | RET. NO CENTRO COMERCIAL DO CRUZEIRO | CRUZEIRO - RA XI

9 | VIA RE - 1 (QD- 7/12 ATÉ 7/10) CRUZEIRO VELHO | CRUZEIRO - RA XI

10 | VIA RE - 3 (QD - 8/10) CRUZEIRO VELHO | CRUZEIRO - RA XI

11 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

12 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

13 | VIA S1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

14 | VIA S1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

15 | VIA LIG. S1/N1 (PRAÇA DOS TRÊS PODERES) | BRASÍLIA - RA I

16 | VIA N1 LESTE (ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS) | BRASÍLIA - RA I

17 | VIA N1 LESTE | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...

152.5 - Rodoviária Plano Piloto/SIG/Av. Comercial do Sudoeste/Cruzeiro

HORÁRIO DE ÔNIBUS DA LINHA 152.5 DE Brasília

Horário de ônibus e itinerário 152.5 - Rodoviária do Plano Piloto / SIG / Avenida Comercial do Sudoeste / Cruzeiro

Número da Linha: 152.5

Nome: Rodoviária do Plano Piloto / SIG / Avenida Comercial do Sudoeste / Cruzeiro

Operadora: VIAÇÃO PIRACICABANA

Tipo de Transporte: Ônibus

Tarifa: R$3.50

Dias
Segunda-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Noite: 18:27 18:49 19:18 19:54 20:30 21:06 21:42 22:20 23:20

Terça-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Noite: 18:27 18:49 19:18 19:54 20:30 21:06 21:42 22:20 23:20

quarta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Noite: 18:27 18:49 19:18 19:54 20:30 21:06 21:42 22:20 23:20

quinta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Noite: 18:27 18:49 19:18 19:54 20:30 21:06 21:42 22:20 23:20

sexta-FEIRA

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Noite: 18:27 18:49 19:18 19:54 20:30 21:06 21:42 22:20 23:20

sábado

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Manha: 06:10 06:28 06:46 07:04 07:22 07:40 07:58 08:16 08:34 08:52 09:10 09:28 09:46 10:04 10:22 10:40 10:58 11:16 11:34 11:52

Tarde: 12:10 12:28 12:46 13:04 13:22 13:40 13:58 14:16 14:34 14:52 15:10 15:28 15:46 16:04 16:22 16:40 16:58 17:16 17:25 17:34 17:52

Noite: 18:10 18:28 18:46 19:04 19:40 20:16 20:52 21:28 22:04 22:40 23:20

domingo

Terminal RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | Extensão: 25.66 km

Manha: 06:17 06:52 07:27 08:02 08:37 09:12 09:47 10:22 10:57 11:32

Tarde: 12:07 12:42 13:17 13:52 14:27 15:02 15:37 16:12 16:47 17:22 17:57

Noite: 18:32 19:07 19:42 20:17 20:52 21:27 22:02 22:37 23:20

Itinerário
IDA

1 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

2 | VIA N1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

3 | RET. MEMORIAL JK | BRASÍLIA - RA I

4 | EPIG - ESTR. PARQ. INDÚSTRIAS GRÁFICAS | DISTRITO FEDERAL

5 | SIG Q. 6 | BRASÍLIA - RA I

6 | 1ª AV. SUDOESTE (AV. COMERCIAL) | SUDOESTE E OCTOGONAL - XXII

7 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

8 | RET. HFA | BRASÍLIA - RA I

9 | VIA HCE 2 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

10 | VIA HCE 1 - CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

11 | VIA AO 1 (QD. 8/7 ATÉ QD. 2/1) | OCTOGONAL

12 | VIA HCE - 1 CRUZEIRO NOVO | CRUZEIRO - RA XI

13 | DF - 003 ESTRADA PARQUE INDÚSTRIA E ABASTECIMENTO | SÃO SEBASTIÃO - R. A. XIV

14 | RE 01 | CRUZEIRO - RA XI

15 | RE 03 | CRUZEIRO - RA XI

16 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

17 | TERMINAL DO CRUZEIRO | CRUZEIRO - RA XI

18 | EPCB - ESTR. PARQ. CONTORNO DO BOSQUE | DISTRITO FEDERAL

19 | 1ª AV. SUDOESTE (AV. COMERCIAL) | SUDOESTE E OCTOGONAL - XXII

20 | SIG Q. 6 | BRASÍLIA - RA I

21 | VIA S1 OESTE (EIXO MONUMENTAL) | BRASÍLIA - RA I

22 | RODOVIÁRIA DO PLANO PILOTO | BRASÍLIA - RA I

VOLTA

Esta linha é circular.

Linha desatualizada? Solicite atualização clicando AQUI
Continue lendo...